5 de jul de 2010

...e os e-mails também!

Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários velhos.”


Já faz algum tempo que eu ouvi pela primeira vez o CD, Filtro Solar, pra quem não conhece é um CD com músicas e textos declamados por alguns artistas, aliás quem não conhece deve conhecer, vale a pena. Na faixa que dá título ao CD, aparece a frase acima, “Guarde as antigas cartas de amor”, e eis que num domingo desses depois de muito adiar resolvi organizar meu computador e excluir um monte de coisa que já não me servia mais. De repente essa parte do texto me volta a mente, no exato instante em que eu abro e releio, com um sorriso de saudade e lágrimas nos olhos um e-mail de uns quatro anos atrás, enviando por um pessoa que foi e pra sempre será muito importante para minha história.

E só agora, depois de passar por tudo que eu já passei, depois alegrias e tristezas, conquistas e decepções, e sobretudo, devido ao momento atual que vivo, de busca e espera, eu acho que começo a dar o valor devido a esse e-mail. Não é uma carta de amor, mas um e-mail de carinho, e de afeto, assim como alguns outros enviados, por amigos, familiares, antigos casinhos ou pelos poucos amores.

Ás vezes uma mensagem corriqueira, guarda um carinho imenso e um cuidado único, que por sabermos que aquela pessoa está muito próximo de nós, deixamos pra prestar atenção e retribuir esse carinho depois, nos esquecendo assim de como o futuro é incerto e de que nossos planos podem de uma hora para outra mudarem, pode acontecer que essa pessoa de repente ir embora ou perdermos o contato, e acabamos nos esquecendo do que foi dito ou escrito. Até o dia em que ao cumprir uma obrigação massante, reencontramos aquele bilhetinho, aquela carta já velha, ou o e-mail antigo que já não lembrávamos mais, mas que nos disse tudo aquilo que queríamos ouvir naquele exato momento, tudo o que desejamos para o presente pode ser encontrado no passado não tão distante, seja numa caixa de recordações ou em nossa caixa de e-mail.

Portanto, mais do que nunca, compreendo o quão importante é guarda as cartas e os e-mails especiais, pois num futuro serão eles que poderão nos dizer aquilo que desejamos ouvir e nos mostrar quantos momentos especiais já vivemos, além de nos fazer relembrar as pessoas incríveis que passaram por nossas vidas.



Um comentário:

  1. Oi Carlos, tudo bem?
    Menino, sei bem como é isso, eu costumo guardar tudo, deixo os e-mails, bilhetes, seja o q for, faz com que lembremos o quanto fomos queridos, fomos amados.
    E cd's assim são ótimos mesmo. Não sei se vc gosta de Maria Bethânia, mas no cd Maricotinha dela, ela declama alguns poemas belíssimos, intercalados com músicas, o cd é fantástico.
    Ah, o menino, já é minha cara, minha marca, rsrs.
    Fiquei feliz em te ver por lá novamente, rs.
    Abraços

    ResponderExcluir