24 de nov de 2012

certas páginas me dizem coisas: para cortar os pulsos

"É uma escolha, percebe? No final das contas, metade dos encontros que você faz é regida pelo acaso, mas metade é obra do seu próprio esforço e vontade. E como 50% de chance não são nem uma coisa nem outra, a verdade é que a gente sempre sabe. E sempre controla. Mas sempre sofre como se não soubesse. Porque, na hora de sofrer, a gente esquece tudo mesmo."

(Trecho de Música para cortar os pulsos de Rafael Gomes)

PS. depois de ouvir (ou ler) uma coisa dessas,  aí você pensa: porra eu não sou o único! 

8 de nov de 2012

encontre-me


no fundo eu sei (sempre soube) que um dia
você me dirá, assim como na canção, 
que apesar de tantas voltas pelo mundo
o que lhe faltava era eu...

2 de nov de 2012

esperança

quem irá me salvar de mim mesmo?
tão pouco para desejar
tanto para conquistar
alguém para tornar insignificante
essa solidão que me assombra?

enquanto espero escrevo
enquanto escrevo espero
rezo, canto, rio, leio, insisto por mais alguns instantes...