12 de jun de 2016


"Put a gun to my head
Put a kiss on my knees
Make me feel pretty and
Give the trigger a squeeze
Curse me forever while
You swisper so low
I ain't got no desire
To live if you go..."

(copiado de Thiago Pethit) 

da falta

A vida se apresenta como um constante rodízio entre satisfação, anseios, insatisfações. O copo parece estar sempre meio vazio ou sempre meio cheio; isso vai depender de quem o observa. O fato é que buscar estar sempre cheio, ou sempre satisfeito, é o mais curto caminho para uma vida de sofrimento, angústias e frustrações. 
A falta é importante, o desejo, a saudade, a solidão, em doses parcimoniosas, empurram-nos para a frente, despertam a ânsia pela conquista. Estamos sempre correndo atrás da metade que falta, o que não garante que ela será alcançada. E não há problemas em ostentarmos nossas metades faltantes por aí. Nem tudo tem que se mostrar perfeito agora. 
Hoje faltou um palavra, ela completaria meu copo, minha vida. Mas não veio palavra, nem sorriso, porque ainda falta quem a possa dizer. Falta. E isso, não é assim o maior dos problemas. 

bonsoir. 

6 de jun de 2016

Marcas

para w. 

a vida deixa marcas
o sol deixa marcar
na pele
a vida deixa marcas
o amor deixa marcas
no coração
a vida deixou marcas
as pessoas deixaram marcas 
em mim
você deixou marcas
na minha pele, 
no meu coração 
em mim

Faça de mim
tela,
folha, 
espaço 
para os teus 
traços, 
marcas, 
falhas, 
ensaios. 

Comece, e não pare.