13 de jul de 2014

dos encontros

eu sei que um dia, um desses encontros casuais não será mero acaso, flerte, sorte, atração; não importará passado, nem cicatrizes; nem nos preocuparemos com compromissos futuros, agenda, horários. porque a história será dividida entre o antes e o depois de tal encontro. e não colocaremos empecilhos para dar continuidade, buscar a presença constante, se fazer presente e abrir o coração por inteiro, se expor, perigosamente, aos olhos de outro alguém sem temor e sem vergonha. afinal, entre encontros e desencontros, em algum momento há de acontecer a união das metades cindidas pela ira dos deuses que andam errantes e errando mundo afora.