25 de mai de 2011

Maio, já está no final...

(Retirado do Caderno Vermelho)

Eu te encontrei numa tarde fria de maio
quando o frio já me causava alguma dor e prenunciava
o inverno que viria.
Eu te vi naquela grande avenida
e ainda me lembro
quando meus olhos cruzaram com os teus,
só não sei se te encontrei
para que me tirasses a dor do peito
ou, para provocares outras novas.

Um comentário:

  1. maio, já está no final... gostei do seu blog!
    Poesia é muito bom. também faço; meynardbegname.blogspot.com
    beijos e parabéns!

    ResponderExcluir