20 de nov de 2011

sem arrependimentos


volte
não vá
não diga nada
ou então
diga uma única palavra
desculpe
aceite
os beijos
os erros
as coisas inaceitáveis
aceite
ligue
nem que seja uma vez mais
tente
conquiste
reconquiste
deseje
fale
chore
ria
abrace
suspire
enfrente
os medos
a distância
a chuva
a incerteza
afinal
certezas não existem
apaixone-se
jamais desista
apenas reconsidere as escolhas
viva
aja

pois o maior arrependimento será não ter tomado atitude nenhuma

Um comentário: