7 de out de 2010

Sei lá!

deixando de calcular, vislumbrar, encontrar respostas, ou várias saídas possíveis. o amanhã é ilusão. eu quero mais que me prender, me enroscar e me perder. e voltar a tona. e sentir calor, amor, hálito quente na boca. voando em queda livre sem para-quedas ou redes de proteção. tentando ser eu. querendo viver e me arrepender, pois já cansei de passar vontade. escrevendo sem medo de me mostrar, ou de me esconder. sendo eu, sem pensar o que seja isso. seguindo caminhos diversos.

Um comentário: