28 de abr de 2012

por inteiro

eu não aprendi
a viver 
meio-vivo


tudo
já é pouco


metade 
é quase 
nada

Um comentário: