19 de jan de 2012

w

eu havia me acostumado a pensar:
"mas não é igual", "não é assim que tem que ser", "não"
agora há um fio de esperança surgindo 
talvez dentro de mim, talvez em ti
sem comparações, sem lembranças ou expectativas:
"pode ser"

Nenhum comentário:

Postar um comentário