30 de jul de 2011

qualquer coisa tua

um sorriso
um abraço
uma piscadela do olho direito
um beijo

um tapa
um fora
uma lágrima solitária
um adeus

quero qualquer coisa tua
para diminuir essa ausência
essa solidão que é toda
minha

Nenhum comentário:

Postar um comentário