26 de nov de 2010

O valor inestimável de alguns gestos

Para a S. e o A.

Poucas vezes em nossas vidas as palavras tornam-se desnecessária, no entanto sempre que isso acontece alguns gestos pequenos e corriqueiros, ganham uma dimensão extraordinária e uma importância sem igual.

Assim não é necessário que seja dito: “eu estou com você”, “eu acredito em você”, “vai dar tudo certo”, “tá tudo bem”, “tá perdoado”, ou, “eu te amo”; basta um olhar, um abraço, um sorriso, ou um simples aceno; basta ir, basta estar ou se fazer presente.

São à partir desses pequenos gestos, que passamos a acreditar em coisas absurdamente maiores, como a amizade, os verdadeiros sentimentos e o amor. Porque através dos gestos o que foi dito é mais do que provado e o que ainda não foi, de certa maneira, passa a ser.

Só não é possível definir se o melhor é ser surpreendido por esses pequenos gestos que se tornarão tão importantes para nós, ou então, ver que surpreendemos alguém especial com uma coisa pequenina e simples.


P.S.: e a vida, ou a parte que importa dela, está repleta desses pequenos gestos. Seja a presença tão gratificante e acalentadora que me levou ás lágrimas num momento tão importante e de nervosismo e ansiedade; ou um simples sorriso e um aceno trocado rapidamente ao cruzar com quem cheguei a pensar que nunca mais olharia na minha cara, porque fui um tanto estabanado e (mais uma vez) meti os pés pelas mãos. Obrigado! A vida, as criaturas especiais que me surpreendem sempre, e especialmente as duas fantásticas pessoas motivo de eu ter pensado e escrito sobre isso: S. e A.

6 comentários:

  1. Às vezes, é preciso que o outro apenas diga "olá, estou aqui", para que a gente se sinta vivo. Por vezes, o deserto é árido demais...

    Uma, duas palavras ou três, ou uma olhada mais demorada, um telefonema bem atendido, um "alô" transbordando de amor.

    Para ti, um abraço e votos de um feliz final de semana!

    ResponderExcluir
  2. As delicadezas humanas, tão esquecidas e às vezes tão incompreendidas... Mas continuo acreditando na gentileza e exercendo o qto possível!
    Bjs* (Um bom fim de semana)

    ResponderExcluir
  3. quero o meu mundo sempre cheio de pequenas coisas e brincos de bolinhas coloridas em minha orelha.


    bjs meus

    ResponderExcluir
  4. ... é algo mais ou menos assim:

    "Um minuto de reconciliação vale por toda uma vida de amizade", que García Márquez escreveu em "Cem Anos de Solidão."

    E acho que é bem isso.

    Grande abraço,

    ResponderExcluir
  5. olá caro Carlos^^
    brilhante pensamento.
    "DENTRE TUDO QUE SE DEVE ESQUECER, NUNCA SE ESQUEÇA QUE ERRAR É UMANO..."

    tenho algo pra vc...
    TOMEI A LIBERDADE DE SELECIONAR-TE.
    AGUARDO UMA RESPOSTA...
    http://hbrayan.blogspot.com/p/novidades.html

    ResponderExcluir
  6. Olá queridos, como é bom saber que vocês compreenderam o que eu queria dizer! rsrs
    O que eu queria dizer era sobre coisas simples e até bobas, mas que no momento certo e de uma forma que tranborde sentimento faz um bem danado à nossa alma. Como, por exemplo, esses comentários lindos que vcs deixam por aqui!

    Um beijo.

    ResponderExcluir