10 de jun de 2010



amanheceu,

o sol que vejo através da janela,
desperta em mim o desejo de arrastar
a cama
e o computador para a varanda,
com a esperança de sentir um pouco mais de calor.
de onde estou,
apenas vejo sua luz que ilumina as paredes claras,
mas quero mais,
quero sentir seus raios quentes sobre a pele,
que eles me envolvam e me aqueçam,
espantando o frio,
e
derretendo o gelo,
espero que o sol possa fazê-lo,
pois eu já não sei se posso contar com teus braços.


Nenhum comentário:

Postar um comentário