17 de ago de 2013

Dimensione

ele passa o dia pensando coisas complexas, fazendo, correndo, buscando algo maior, um novo dia melhor. ele sabe onde quer chegar, mas sabe que precisará pisar muita pedra, corta o pé, sangrar, chorar e de novo recomeçar. 
no entanto, quando a noite chega, antes de desmaiar, exausto de cansaço, ele deseja apenas uma bacia de pipoca e o aconchego de um abraço onde posso adormecer na metade do filme.  
a pipoca esfria, enquanto ele sente a ausência do abraço...

Nenhum comentário:

Postar um comentário