22 de mai de 2017

awake

para A. 

O sonho tem se prolongado... é tudo muito novo, muito intenso muito leve para que eu estivesse acostumado. Não estou acostumado, mas, por outro lado, estou adorando. 
Andar sob a chuva num domingo à tarde foi, com certeza, o melhor programa dos últimos meses, a sua mão segurava o meu braço direito e os nossos pés saltavam as poças, pisando em nuvens. 
Você sorri um sorriso pequeno, lindo, radiante e apaga todos os transtornos dos últimos dois anos. Você quer saber de mim, o que fiz, o que acho, o que vamos fazer e, por alguns segundos, eu fico incrédulo: isto é real!? E vou me desnudando com um sorriso bobo no rosto. 
Você derreteu um paredão de gelo com o calor do seu abraço, me fez viver um doce sonho ao adormecer no meu colo, você reacende as minhas esperanças a cada amanhecer, a cada novo dia, a cada palavra tirada de minha idealizações mais profundas que brinca de sair pela sua boca... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário