9 de fev de 2012

dos caminhos


que a minha estrada não me leve até você, mas até a metade do caminho.
que a sua estrada não te traga até mim, mas até a metade do caminho. 
Ali ficaremos frente a frente e reconheceremos os caminhos percorridos por cada um. 
pois, apesar de atalhos, emboscadas e pedras ainda percorreremos a mesma estrada. 

7 comentários:

  1. Cara, eu achei isso muito inteligente. O caminho de cada um, são importante, isso mesmo. Ta vendo, me falta palavras. Achei incrível.
    visita de novo, gostei tanto de você, no blog.
    http://semguarda-chuvas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa obrigado! não acho tão incrível assim, mas é bom que alguém ache!
      Pode ficar tranquilo, que leio, visito e comento sempre que possível!
      Abraço!

      Excluir
  2. Adorei o pensamento...

    Adorei a reciprocidade imposta no texto.

    Beijo grande... Desculpa a ausencia é que estava me
    preparando para uma prova e acabei ficando meio afastada das redes sociais.

    Beijo grande

    ResponderExcluir
  3. P.S. quando tiver um tempinho visite um projeto que estou desenvolvendo com uma amiga... o http://www.diferentedagente.blogspot.com/

    Ficaremos agradecidas. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karlinha, talvez seja essa a palavra chave "reciprocidade", porque tem ser vivido igual, com a mesma dimensão e intensidade para ambos, senão vai ser mais um história fadada a um fim desagradável! Agradeço as visitas =) e já to seguindo o blog novo!

      Bj

      Excluir
  4. Caminhar por seus "devaneios" está sendo um excelente presente! Adorando este caminha (e acredito que voltar alguns passos nas postagens anteriores será tão bom quanto seguir). Abraço gigante! Seguindo com uma satisfação enorme...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que coisa boa de ler! Fico feliz que estes meus devaneios possam dizer algo a uma outra pessoa! =)
      Abraço

      Excluir