22 de fev de 2010

"Queira ou não queira terminou o carnaval..."

A magia teve su fim ou melhor seu recesso,pois logo logo os tamborins já serão ouvidos e cuícas chorarão novamente anunciando mai um carnaval.

Foram dias de alegria, beleza e emoção; período em que o dia foi trocado pela noite e a festa brasileira por excelência desceu os morros, deixou os subúrbios e tomou as ruas e os sambódromos das cidades.
Quem acompanhou viu a Unidos da Tijuca arrebatar a avenida e sagrar-se a grande campeã e não é mais segredo que a genialidade de Paulo Barros enfim foi reconhecida; viu a Vila Isabel e a Magueira fazerem grandes e belos desfiles novamente, assim como Mocidade Independente que voltou a se aproximar da grande escola da década de 90 e também pode ver a Grande Rio emocionar ao relembrar antigos carnavais e a União da Ilha mostrar novamente no grupo especial não só a
sua força como o talento e a competência da inigualável Rosa Magalhães.

E em Sampa? Vimos a garra da comunidade de Heliópolis na Imperador do Ipiranga, relembramos nossos mestres com a Mancha, sentimos o doce cheiro do chocolate em forma de Rosas de Ouro e deliramos com a Saracura em seus oitenta anos, também nos arrepiamos ao ver o reflexo da beleza no espelho da Mocidade, ou ao ver a força do Gavião no centenário daquele que é o motivo de sua existência e ainda relembramos o quanto é bom ser brasileiro no desfile da Pérola Negra.

Foi bom enquanto durou, infelizmente minha Mocidade Alegre não levou o troféu de Campeã apesar de ter sido a grande vencedora, pois fez aquele que pode ser considerado o melhor e mais emocionante desfile deste ano e também o Império Serrano não subiu, mas tudo bem, em 2011 tudo pode mudar. E que sabe enfim um resultado mais justo venha também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário